Entrevista com os Servidores Públicos do Município de Hortolândia.

Servidores Públicos falam de Fraude no Sindicato

Share Button

Ontem, na sede do Hortolândia NEWS, realizou-se uma entrevista com a presença de 3 servidores públicos de Hortolândia, Juliana Boldrin Baiocchi (Professora), Kelly Cristina da Silva (Professora) e Lawrence Wolke (Técnico em Enfermagem); os quais afirmam que houve fraude na ATA da Assembleia do Sindicato (STSPMH), realizada no dia 19/11/2013, onde o Sindicato afirma que o projeto de lei dos 25% de reposição salarial ganhou a aprovação com um resultado de 22 a favor e 21 contra; sendo que na gravação de áudio, feita por um dos servidores presentes, se ouve com clareza que foram 25 contra e 21 a favor do projeto.

A administração diz que 16% já foram dados e agora, neste projeto de lei, estão dando mais 25% totalizando 41%; no entanto, estes 16% foram uma média geral e muitos dos servidores não receberam nenhum reajuste na época. Para a professora Juliana, considerar os 16% como parte do acordo dos 40% "é uma lógica descabida". "É rir da nossa cara! É como se a gente não tivesse condições nenhuma de raciocinar dentro de uma lógica plausível." Diz ainda que o sindicato trabalhou a serviço do governo e acredita que o ocorrido tenha sido proposital.

Segundo a professora Kelly, os servidores que se manifestaram deram o recado para "o Legislativo não aprovar uma lei baseada numa ATA fraudulenta. É isso que a gente estava dizendo! Eles não poderiam… por mais que o Executivo tenha aceitado isto… Eles não podiam fazê-lo antes de averiguar a veracidade."

Já o técnico em enfermagem Lawrence Wolke, que estava reunido, informalmente, com um grupo de servidores e vereadoes na Câmara, diz que o vereador Jair Padovani, autor dos problemas das perdas salariais, afirmou, falando do Legislativo: "Não temos como ser contra os interesses da administração". Após (dois dias – 13/12/2013), houve uma sessão extraordinária que aprovou este projeto de lei, afirma Lawrence.

Confira a entrevista:

A Redação

Por Uma Mídia Livre em Hortolândia.

Facebook Twitter YouTube 

Recomendado