Inquérito Civil Proíbe Rodeios em Hortolândia

Inquérito Civil Proíbe Rodeios em Hortolândia

Share Button

Às vésperas das tradicionais festas em comemoração do aniversário de Hortolândia, lembramos da famosa Festa do Peão de Hortolândia. Assim sendo, vale ressaltar que desde agosto de 2014, a Promotoria de Justiça Ambiental (Ministério Publico Estadual – SP) da cidade de Hortolândia, acatou a solicitação da Associação Amor de Bicho Não Tem Preço (ABNTP), protocolada em 01/2014, onde denuncia o descumprimento do artigo 23 do Decreto Estadual 40.400 de 1995 o qual proibi a realização de rodeios e congeneres em toda área urbana do Estado de São Paulo, o que no entender da ONG e também do promotor de justiça é o caso da cidade de Hortolândia. Em sua manifestação a ABNTP pede o cumprimento da legislação estadual.

Uma representação com as mesmas intenções por parte do vereador Paulo Búfalo (de Campinas) também foi protocolada. As manifestações foram unidas a outros documentos, e com o ocorrido no rodeio de 2014, onde 7 animais morreram, foi instaurado competente um Inquérito Civil pela Promotoria de Justiça. Porém, como pode ser visto no despacho do promotor Pedro dos Reis Campos, o prefeito Antônio Meira, foi notificado quanto à obrigação de zelar para que novos casos de rodeio e similares não voltem a acontecer na cidade, pelo tempo que a atual legislação estiver em vigor, e se necessário, os rodeios devem ser impedidos mediante o uso da força da guarda municipal.

Em seu despacho o promotor argumenta, que de fato, qualificar os rodeios como “cultura popular”, não dá o direito a cometer crimes de maus tratos contra os animais, nem muito menos desobedecer a Legislação Estadual.

Para a presidenta da ABNTP, Claudia de Carli, é uma grande vitória.
 
Sabemos que ainda ocorrerá em vários locais, porém saber que em Hortolândia não mais acontecerá é para se comemorar e muito, disse.
 
Ainda no dia 21 de agosto de 2014, a ONG protocolou uma nova representação; dessa vez, solicitando que a justiça nomeie o conselho de proteção aos animais da cidade que foi criado em 15 de maio de 2012, após muita luta popular e onde membros da ABNTP estiveram à frente, mas que nunca saiu do papel.
 
Fonte: ABNTP | Foto Ilustrativa com o touro “Agressivo” de André Silva.
 
A Redação

Por Uma Mídia Livre em Hortolândia.

Facebook Twitter YouTube 

Recomendado