Destaques dos Planos de Governo dos Candidatos a Prefeito nas Eleições de 2012

Share Button

ANTÔNIO MEIRA

Em referência aos governos anteriores a Angelo Perugini:

Momento de deixar o passado das incertezas, das misérias e do descaso do poder público.

As mudanças começaram em 1º de Janeiro de 2005, quando Hortolândia passa a viver um novo momento, uma nova história com o Governo Municipal do Partido dos Trabalhadores, sob a liderança de Angelo Perugini. (…) É a autoestima renovada, o orgulho de morar em uma cidade de oportunidade para todos.

O Governo PT deve continuar para que os projetos continuem; principalmente os que possuem vínculos estaduais e federais.

(…) continuar a mudança do Governo Perugini, fortalecer a união com o Governo Dilma e garantir que o estilo Lula de governar permaneça em nossa cidade.

APARECIDO PASCHOAL

Só para exemplificar como a Prefeitura atual faz mau uso do dinheiro público, nos últimos 16 anos, mais de R$ 300 milhões foram gastos com funcionários comissionados, assessores políticos e ex-candidatos a vereador que não foram eleitos – sendo que esses dois últimos são meros cabos eleitorais. (…) Além do mau uso do dinheiro público, a falta de planejamento não preparou Hortolândia para enfrentar os desafios do crescimento. O resultado está nas filas dos postos de saúde, nos ônibus lotados, no trânsito pesado que enfrentamos diariamente. Essa situação tem que mudar.

IPTU ZERO

O IPTU arrecadado residencial representa aproximadamente R$ 12 milhões, pouco mais de 1% da nossa arrecadação*. Hoje muitas famílias estão perdendo suas casas, porque não conseguem pagar o seu IPTU. (…) Para você ter direito ao IPTU ZERO, você deverá gastar, no ano, dez vezes o valor do seu IPTU em Serviços ou no comércio de Hortolândia. Por exemplo, se você paga R$ 200,00 de IPTU de sua casa você terá que gastar R$ 2000,00 em nosso comércio no ano.

*arrecadação total de aproximadamente 700 milhões.

FERNANDO LADEIA

As experiências políticas as quais Hortolândia experimentou desde seu processo de emancipação não foram as melhores, todos gestores que estiveram a frente do poder executivo municipal foram alvo de denúncias ligadas ao mal uso da estrutura pública, uns foram condenados, outros recorrem ainda na justiça e ainda há casos sendo investigados pelo ministério público. O que é inegável é a falta de transparência com que esses governos lidam com nossos recursos da cidade.

Meio Ambiente:

… um dos maiores crimes ambientais da história da cidade está sendo realizado, que é a canalização do Ribeirão Jacuba, contrariando todas as premissas ambientais com o discurso de combater as enchentes na região central, mas que na realidade é para atender interesses comerciais do uso e ocupação do solo naquela região, esquecendo a importância do ribeirão para a relação identitária do município, além do que, a planície aluvial ou planície de alagamento, quando vier uma seqüência de chuvas torrenciais inundará da mesma forma.

GEORGE JULIEN BURLANDY

Apesar de toda (…) pujança industrial, Hortolândia sofre com falta de mão de obra especializada que faz com que os moradores tenham que se deslocar todos os dias para trabalhar em municípios vizinhos. A falta de investimento em infra-estrutura produz um sistema de saúde de péssima qualidade em que há falta de médicos, remédios, leitos hospitalares, demora para a realização de exames, ou seja, um tremendo descaso com nossa população.

Garantem a continuidade dos projetos:

Nós garantimos a continuidade e a ampliação dos programas sociais do Governo Federal (…) ‘O Governo Federal vai manter e ampliar todos os projetos sociais em Hortolândia’ – Michel Temer [Vice Presidente da República e Presidente de Honra do PMDB Nacional]

WALTER BERNARDO

(…) sabemos que a imagem do político não é boa perante a população, devido a tantas irregularidades cometidas e desmandos com o dinheiro público, e diante de tanta carência da nossa comunidade. A área de saúde está à beira do caos, enquanto que o transporte coletivo está caótico, e a educação e a segurança nem se fala. Além disso, é fácil perceber que a população de Hortolândia vive indignada com a falta de transparência no uso do dinheiro público. Não faz sentido algum uma cidade como a nossa, que tem um orçamento considerável, estar vivendo uma situação de falência do poder público.

A Redação

Por Uma Mídia Livre em Hortolândia.

Facebook Twitter YouTube 

Recomendado