A exposição solar protege contra o zika vírus e a microcefalia

A exposição solar protege contra o zika vírus e a microcefalia

Share Button

No último artigo que escrevi sobre os surtos de microcefalia no Brasil, afirmei que a causa principal deste problema não é o zika vírus e relacionei o problema com questões nutricionais dando como indicadores iniciais a carência de iodo e magnésio que são fundamentais para o desenvolvimento cerebral, o fortalecimento do sistema imunológico e a proteção contra qualquer tipo de vírus, inclusive o zika vírus.

O tema não para por aí. Felizmente existem outros fatores que também contribuem para a prevenção e que foram discutidos nos comentários da matéria anterior. Um deles foi muito bem lembrado pelo internauta Luciano Pimenta, que é a carência de “vitamina D” (um hormônio e não uma vitamina) que possui um papel fundamental de proteção de todas as células do organismo e de forma especial, atua no sistema imunológico, no cérebro, medula e em todo o sistema nervoso de forma geral.

O grande problema é que grande parte da população brasileira se urbanizou e a exposição solar ficou comprometida. Além disso, os dermatologistas e as grandes mídias consequentemente orientam a população a que use protetor solar e que tome cuidado com a exposição solar que pode causar o temível câncer de pele, que, segundo diversos estudos, está longe de ser verdade. No entanto, todo este contexto gerou uma “heliofobia” (medo do sol) na população o que somente levou a um agravamento do problema. Assim, mesmo que o indivíduo viva no litoral, ele evita a exposição solar e quando o faz, usa o protetor solar que impede a produção da vitamina D.

Para o médico Cícero Coimbra, uma das maiores autoridades no país sobre a vitamina D e responsável pela criação do protocolo de tratamento para doenças autoimunes, “não se tem nenhuma célula do nosso organismo que não necessite da vitamina D para funcionar adequadamente” e ainda continua dizendo que “existem dois tecidos para os quais a vitamina D é particularmente vital. Um deles é o sistema imunológico e o outro é o sistema nervoso (cérebro, medula…)”.

A editora do Jolivi, Fernanda Aranda, entrevista o médico Cícero Coimbra, que fala especificamente da vitamina D e a sua relação com os surtos de microcefalia que vem acometendo o país e destaca que a principal diferença entre o Brasil e o continente de origem do vírus (África) é a exposição solar. Confira:

Fonte: Jolivi. Zika vírus – Café com Saúde.

Leandro Bolina Nascimento

Jornalista e fundador do Hortolândia NEWS.

Facebook Twitter YouTube 

Recomendado